Colo Colo e Corinthians, prontos para o duelo no Chile.

08/08/2018 - 15:08

Com passagem marcante pelo Palmeiras, Jorge Valdivia reencontrará o Corinthians nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), com a camisa do Colo-Colo, na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. No Brasil, o histórico do chileno contra o rival alterna altos e baixos.

Entre 2006, quando enfrentou os alvinegros pela primeira vez, e 2015, quando se despediu do Palmeiras, o meia entrou em campo em 15 partidas. O retrospecto é totalmente equilibrado, com cinco vitórias, cinco empates e cinco derrotas. Agora, no Chile, tem a chance do “tira-teima”.

É verdade também que Valdivia poderia ter mais clássicos no currículo, caso não tivesse sido desfalque tantas vezes para a equipe alviverde. No período que foi jogador do clube, foram cinco dérbis em que ele não entrou em campo, por lesão, seleção do Chile ou até mesmo a Disney.

RELACIONADO

Quando Valdivia brilhou...

Valdivia tem momentos de destaque de contra o Corinthians em suas duas passagens pelo Palmeiras. Na primeira, por exemplo, brilhou em 4 de julho de 2007, em vitória por 3 a 0, participando de dois gols. Já em 2 de março de 2008, marcou seu único gol contra o rival.

Mais do que a bola na rede, porém, naquela vitória por 1 a 0, o que Valdivia eternizou na memória do palmeirense foi a comemoração, com as mãos nos olhos, simulando um choro, em resposta ao então zagueiro corintiano William, que o teria chamado de “chorão” durante a semana.

Já na segunda passagem do meia pelo Palmeiras, entre 2010 e 2015, Valdivia também esteve em um clássico que o torcedor alviverde não esquece: a classificação em plena Arena Corinthians, em 19 de abril de 2015, nos pênaltis, na semifinal do Paulista. Na ocasião, celebrou até na arquibancada.

Quando Valdivia foi mal.

Só que a segunda passagem no Brasil também traz más lembranças a Valdivia, principalmente no ano de 2011. Foi em 1º de maio daquele ano, por exemplo, que o meia se machucou logo no início do jogo em empate em 1 a 1, em clássico que acabou com o Corinthians vencendo nos pênaltis.

No final da temporada, o chileno também viu o Corinthians ser campeão brasileiro em um dérbi, na última rodada do campeonato, em 4 de dezembro. Valdivia, porém, já não estava em campo ao final daquele 0 a 0, já que foi expulso no começo do segundo tempo, por entrada em Jorge Henrique.

Quando Valdivia não jogou...

O mesmo número que tem de clássicos vencidos e perdidos contra o Corinthians Valdivia acumula em vezes que foi desfalque para o Palmeiras – nessas partidas, o desempenho dos arquirrivais também foi parelho, com dois triunfos para cada lado e mais um empate.

O meia foi ausência em vitórias por 1 a 0 em 16 de julho de 2006 (contratado 11 dias antes) e 30 de junho de 2007 (Copa América com o Chile). Na segunda passagem, por lesões, não esteve no empate por 2 a 2 de 17 de fevereiro de 2013 e na derrota por 1 a 0 em 8 de fevereiro de 2015.

Esse revés, aliás, aconteceu no primeiro dérbi no Allianz Parque, e Valdivia perdeu o clássico inaugural também na Arena Corinthians, em derrota por 2 a 0 em 27 de julho de 2014. O motivo da ausência, contudo, foi mais inusitado: o chileno havia sido liberado para acertar com o Al Fujairah, dos Emirados Árabes, mas acabou passando duas semanas na Disney antes de voltar ao Palmeiras.

Foi fora de campo também que Valdivia causou uma pequena polêmica com o Corinthians, usando as redes sociais. Em agosto de 2015, defendendo o Al Wahda-EAU, o chileno usou o Twitter para ironizar as alegações de que o antigo rival vinha sendo beneficiado no Campeonato Brasileiro.

 

Compartilhe

Comentários

Notícias Relacionadas