Vitorioso na final de 2017, Cruzeiro muda meio time; Fla tem oito novos titulares

08/08/2018 - 15:08

Dez meses e 12 dias depois do jogo de volta da final da Copa do Brasil de 2017, Cruzeiro e Flamengo voltam a se enfrentar em caráter decisivo. Desta vez, o duelo é pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã.

Quase um ano após aquela decisão, os dois times já mudaram bastante. O campeão da Copa do Brasil perdeu os titulares Diogo Barbosa, Hudson e Alisson.

No Rubro-Negro, Alex Muralha foi emprestado ao futebol japonês, Everton vendido ao São Paulo e Guerrero não chegou a acordo por renovação.

Mano Menezes, ainda técnico da Raposa, deve levar a campo seis jogadores diferentes da decisão do ano passado. Mauricio Barbieri, que chegou ao Fla em janeiro desse ano para ser auxiliar da comissão técnica permanente, tem mais mudanças em relação à equipe que Reinaldo Rueda levou à final do ano passado. São oito titulares diferentes no Flamengo.

Três jogadores titulares no título do ano passado não estão mais no elenco (Foto: THIAGO CALIL/ESTADÃO CONTEÚDO)
Guerrero em ação pelo Flamengo na final contra o Cruzeiro, no Mineirão: atacante não entrou em acordo para renovação (Foto: André Durão)

Quatro ganham posição no Fla de Barbieri.

A equipe escalada por Rueda na grande decisão, no Mineirão, tinha Alex Muralha, Pará, Réver, Juan, Trauco; Cuéllar, Arão, Diego; Berrío (hoje, em fim de recuperação de lesão), Guerrero e Everton.

Diego Alves já estava contratado, mas não podia atuar na Copa do Brasil. Na época, Rodinei, Léo Duarte, Renê e Lucas Paquetá (suspenso nesta quarta, mas que foi titular no ataque no primeiro jogo por que Guerrero cumpria suspensão) eram reservas. Jean Lucas, provável titular na vaga de Paquetá, ainda atuava mais nos juniores e foi definitivamente promovido aos profissionais em janeiro de 2018.

 

Compartilhe

Comentários

Notícias Relacionadas